• Passiflora 150mg + Melissa 100mg - 60 cápsulas

Passiflora 150mg + Melissa 100mg - 60 cápsulas

Modelo:Passiflora 150mg + Melissa 100mg - 60 cápsulas
Disponibilidade:Em estoque
  • R$29,90

Passiflora é um ativo que tem ação relaxante e anti-depressiva, analgésica, antiespasmódica, hipotensoras e sedativas. Esta planta medicinal também induz o sono e o relaxamento muscular.

A Melissa , também conhecida como erva-cidreira, é composta por óleos essenciais que acalmam levemente, tendo efeito sedativo, calmante, espasmolítico, digestivo e sonífero.



Indicações


- Nervosismo;

- Ansiedade;

- Depressão;

- Insônia;

- Dificuldades de concentração;

- Síndrome pré-menstrual;

- Espasmos gastro-intestinais de origem nervosa;

- Hiperatividade infantil.



Posologia


Tomar 1 cápsula 2 vezes ao dia, ou conforme orientação de um profissional habilitado



Composição


Passiflora 150mg

Melissa 100 mg

Excipiente qsp 1 cápsula



Validade 


4 meses



Advertências:


1. Nunca utilize medicamento sem orientação de um profissional habilitado.

2. Imagens meramente ilustrativas.

3. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.

4. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o prescritor.

5. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.

6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.

7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

8. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

9. Embora não existam contra-indicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta.

10. Este medicamento não deverá ser partido ou mastigado.

11. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

12. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.

13. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO OU FARMACÊUTICO DEVERÁ SER CONSULTADO"



Referências Bibliográficas

 

BATISTUZZO, J.A.O., ITAYA, M., ETO, Y. Formulário Medico Farmacêutico. 3ed, São Paulo: Pharmabooks, 2006. 

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado!
    Ruim           Bom
Captcha